restart

O primeiro post é sempre o mais difícil. E nem sei quanto tempo levou desde que escrevi aqui pela última vez, mas como sou profissional em apagar blogs, todo o arquivo se foi, e tou aqui começando de novo anos depois, sem saber direito se ainda sei ter um blog só meu e sem pretensão alguma além de servir de espaço pra eu jogar conversa fora comigo mesma, já que falar sozinha em voz alta é uma mania não muito bem aceita pela sociedade. E por isso evito.

Mas como o primeiro post supostamente deve começar com uma apresentação, acho que devo explicar que meu nome é Lívia, que chorei a primeira vez há trinta e um anos na capital do Ceará e que atualmente moro em Portugal, pois estou matriculada no mestrado em Design Gráfico e Projetos Editoriais que começará próximo mês na Universidade do Porto.

Quem já sabia de tudo isso deve saber também que eu tenho um outro blog, o portas em automático, que divido com o Alvaro (o meu amor) sobre as viagens e todas as outras coisas que acontecem desde que deixamos o Brasil, em janeiro de 2013. Mas lá falo por nós dois, e nem sempre cabe ser dito ali uma coisa qualquer que não represente nós dois. E como eu não sou 24h nós dois, criei isso aqui. E vai começar assim, completamente desajeitado e sem poesia, mas eu tinha que começar hoje, porque é dia primeiro de agosto e eu tenho um leve transtorno obsessivo-compulsivo com datas. Mas no resto eu sou normal.

4 comments

  1. Pingback: eduardo

Deixe uma resposta


*